Paisagem noturna

antes

duas pétalas discutem a flor
uma recusa-se
e a flor sobrevive

mais tarde

num abraço em aberto
decidem debandar
da flor defunta

no mais escuro

sonâmbulos insetos
medem a violência
da morte obtida

outra vez amanhece

e o que sobrevive
percute ainda os tímpanos
moucos da flor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s