Trânsfuga, 2

Como se ontem estivesse aqui
essa parede que não estava

e onde subi a encosta
e busquei romper o silêncio.

Como é imenso atravessar o tempo,
morrer em suas mãos..

O mais são certezas vãs, meio loucas,
empobrecidas, adulteradas.

E a noite que faz convites
com sonhos que não pretende cumprir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s